Lagrimas depressivas

Lágrimas depressivas

É assim todo o dia
O sol clareia brando
A lua suaviza meu pranto
Medito sobre minha vida vazia

Lágrimas de suplício
Lágrimas geladas...
Lágrimas desperdiçadas...
Tentando aliviar meu martírio

E eu odeio tudo isso
Odeio sentir essa tortura
Ser seguida por essa amargura
Até já tentei suicídio

Minha lamúria
Meu terror que queima minha alma
Minha mortificação que não me deixa ter calma
Minha eterna fúria

Lágrimas...
Lágrimas de dor
Lágrimas sem amor
Mágoas...

Tentei me afogar
Nessa lamentação inútil
Nesse lamento fútil
Na bruma que disfarça o mar

Mas isso não me protegeu
Só me trouxe mais aflição
Só trouxe minha crucificação
Mas isso não me abateu

Pois, assim como eu
Nesse mundo profano
Sufocado nesse desejo insano
Muita gente morreu...
Nessa imortal depressão

1 Comentário:

Anônimo disse...

anjo negro

me defino ser estranho
me defino ser das trevas
me defino diferente
mundo de luz a velas

anjo que caiu do ceu
por favor me ajude a seguir
e fique comigo eternamente
sem voce nao posso partir

onde a luz luta com trevas
te procuras ofuscar
e na guerra anjo sombriu
e na guerra que voce esta

jure por favor
que voce vai me ajudar
voce e quem me envolve
e me leva pra outro lugar

ha anjo caido
defensor do oprimido
proteja-me de mim mesma
pra que eu nao cometa suicideo.

lady bia

Postar um comentário

 
Seja bem-vindo ao mundo gótico! © Copyright | Template By Mundo Blogger |