Poema gótico

Minhas mãos não podem te ter,
Não posso sentir mais essa alegria,
Que você me proporciona
Minha vida não será a mesma
Sem você aqui nos meus braços,
Deixe-me cuidar de você,
Há perigos que te afligem,
Seja compreensiva,
Não há quem te desejas mais do que eu,
Volte aqui e agarre meus braços,
Não posso tela novamente?
Se puder, volte a mim,
Você é quem mais desejo,
Minha jóia mais valiosa,
Volte a mim,
Não me abandone
Tenho medo das trevas me consumir,
Só você pode me curar,
Proteja-me,
Seu leito de alegria me inveja
Tendo você em mim,
Não serei engolida pelo medo,
Minhas entranhas não suportam essa dor
Você é a cura,
Você me ajudará,
Não espere acabar o tempo,
Ajude-me,
Não conseguirei viver sem ti,
Ó querida liberdade.

5 Comentários:

Lady Annabel Lee disse...

Perseguindo espíritos

No santuário da escuridão
eu escuto os gritos da morte
E o desespero do meu coração
que congela com os ventos do norte

És o meu anjo, mais que um amor
muito mais forte que quanquer medo
Um lento veneno, mas não uma dor
que já me consome mesmo tão cedo

Algum dia a porcelana se tornará pó
assim como tu irás embora
E deixará a minha alma só
sem o guardião que a protege agora

Surge das trevas de minha tristeza
os teus olhos da cor do meu desejo
E a tua ofuscante beleza
que torna invisível o que mais eu vejo

Eu não sinto os meus sentidos
não escuto os meus pensamentos
Meus sentimentos estão perdidos
e meu causando muito sofrimento

Por: Lady Annabel Lee

Anônimo disse...

persegue-me

hoje levantei e o dia esta escuro
sombras por toda a parte sem voce me ofusco
quanta é a dor de nao poder ter-te ao meu lado
vem clarear meu dia e me tirar desta agonia

te escuto me chamar mas sinto que nao posso ir
se nao fosse esta solidao que me prende,juro eu iria partir

sem ti é tudo escuro,mas sinto que e melhor assim,digo a alegria que ja é tarde pois a tristeza tomou conta de mim.

por:lady bia

Anônimo disse...

nostalgico

aquele que medeixou e o mesmo o qual eu amo
e o mesmo o qual eu respiro
e o mesmo que me causa desanimo

se um dia ele voltar juro que eu irei partir
pois nao agoentarei a agonia
de a mim ter que dividir

minha alma e a que me sufoca
e eu sou minha pior inimiga
pois na vida nao temos volta
na vida so temos partida

ele foi embora e me deixou na escuridao
nesse breu e onde me encontro
nele esta minha soluçao

eu o amei com todas as forças
e ele nao olhou pra mim
resolveu me abandonar
me deixar sosinha aqui

mas tudo bem querido
nao vivo assim tao sosinha
tenho duas melhores amigas
a solidao e a nostalgia.
~lady bia~

Anônimo disse...

juro

juro que tento
de todas as formas fugir
mas so sigo no escuro
e no escuro nao posso seguir

juro que tento fugir de mim mesma
mas sinto que nao posso partir
e uma força que me puxa de volta
e a sombra fria que habita em mim

se no meu peito a solidao reina
que seja pra sempre assim
pois ja nao tenho mais esperanças
isto e algo que morreu em mim

lady bia

Anônimo disse...

Eu amo...

Eu tentei sorrir pra dor
mas a dor é mais forte que eu
porque eu sou do escuro
e o escuro é todo meu

eu amo a solidão
eu amo o obcuro
mas detesto viver assim
dividida,sem rumo

eu levanto a cabeça
eu sigo em frente
e me aceito por acaso
sem motivo,derepente

Postar um comentário

 
Seja bem-vindo ao mundo gótico! © Copyright | Template By Mundo Blogger |