Seus olhos - (poema gótico)

Atormentam os meus sonos:
Seus olhos surreais;
Seus olhos de morte;
Seus olhos canibais.

Com sanguinários preceitos...
Seus maiores anseios:
É o que me sufoca.
Sua miséria, é minha derrota!

Seu corpo sugado pela fome:
Traz pesadelos em minhas noites.
As minhas sombras se somem;
E vêm seus olhos de foices.

Espírito benigno:
Por que fosses existir?
Por que sua fome, ao invés de fazer-me sofrer...
Não me fazes sorrir?

Deixa a morte de uma vez te levar, pra onde for...
Tenhas piedade de minh’alma.
Cala seu desespero de dor...
Que minha sombra se acalma.

Deixe-me só...
Em meus sonos agonizantes.
Não mais me atormente;
Com seus olhos suplicantes!

(por Nadia)

Comentários:

Postar um comentário

 
Seja bem-vindo ao mundo gótico! © Copyright | Template By Mundo Blogger |