Angustia (poema)



Dói no peito essa angustia que não cessa
Lagrimas negras
Sorriso gelado
Vida vazia
Sou o tudo, sou o nada
Sei que logo morrerei
Quero está onde nunca estive
Quero tudo que nunca terei
Quero apenas morrer
Sou a solidão sofro e choro sem razão
Hoje eu simplesmente desejo morrer.

Por: Maria Fallen

Comentários:

Postar um comentário

 
Seja bem-vindo ao mundo gótico! © Copyright | Template By Mundo Blogger |