Freak (poema)

Daria o ar que eu respiro se eu pudesse
Por você, daria minha vida mesmo que não a quisesse...
Mesmo duvidando do amor que eu sinto por você.
Mesmo assim Minha abstinência é insaciável.
Meu coração dói, quando o seu entristece.
Quando não o sinto, meu coração desfalece.
Simplesmente eu queria devorá-lo e acabar com sua dor.
Mesmo, sendo o começo da minha.
Quando não o sinto, meu coração desfalece.
Mesmo a solidão devorando a minha.

(Freak = aberração, fascinado ) 
 
Por: Maria Fallen

Comentários:

Postar um comentário

 
Seja bem-vindo ao mundo gótico! © Copyright | Template By Mundo Blogger |