Sonata Nocturna - The Darkest Winter (tradução)

O inverno sombrio

Eu posso sentir o silêncio do vento
Como um rouxinol que nunca canta
Viúvas da luz é tudo que vejo
A memória do inverno sombrio persiste

Solitários, os amedrontam, as vozes da floresta
Me chamando através da janela...noite silenciosa.
Escuridão, ternura, a melancolia da esperança,
No meu coração eu posso sentir o frio...

Eu posso sentir o silêncio do vento
Como um rouxinol que nunca canta
Viúvas da luz é tudo que vejo
A memória do inverno sombrio persiste

Morrendo, o arco-íris nunca surgirá
Com a neve em minhas mãos, eu grito em lágrimas.
Cegamente, eu estremeço como um lobo solitário
Perdido no paraiso obscuro da noite.

Eu posso sentir o silêncio do vento
Como um rouxinol que nunca canta;
Canções de tristeza jorram de dentro
Meu coração está morrendo, a chama extingue,
A neve está caindo, e eu estou sucumbindo,
Desse vale de lágrimas para a eternidade.
E não há sol...meu mundo tornando-se preto
A beleza é negra, como os sentimentos do meu coração
Eu me sinto sozinho..
.


Comentários:

Postar um comentário

 
Seja bem-vindo ao mundo gótico! © Copyright | Template By Mundo Blogger |