Mensagem de Sandra Marani (Poema)



Olá Marina, td bem??Gostaria q vc lesse esse poema e se acaso gostar, poste no seu blog..na verdade é uma composição,mas ainda faltam alguns acordes prá ser consumada...por enquanto ainda é só mais um poema...abraços...

 

                               
 Olá Sandra, primeiramente desculpe pela demora em responde-la, pois agora as postagens do blog passaram a ser semanais, e em geral o edito nos finais de semana!
Estou bem, obrigada e voce? Espero que bem.
Pretende criar uma música com este poema? Creio que ficará muito bonita, com esta letra.
Pois eu gostei muito e tenho prazer em postar aqui, obrigada por enviar ao blog.


                                                 LÁGRIMAS MORTAS
 

     Posso fazer arder seu coração
       com o fogo que sai do meu corpo
       Meu pobre e sombrio quarto se molha
       com as lágrimas frias caindo ao chão
       Lágrimas que queimam meu rosto
       Lágrimas que ferem por dentro
       Lágrimas mortas
       Todas as paredes sangram
       como fonte vermelha em brasa
       Parece frio e doce o sangue de feridas abertas
       Meu corpo estremece
       e pouco a pouco
       minha alma se esvaece
       no meio de rosas brancas como a neve
       Eu sangrei prá regar seu jardim
       no meio de uma floresta escura
       Eu chorei prá encher seu lago prateado
       de águas claras e transparentes
       Adormeci na paz do anoitecer
       Sob as luzes das estrelas
       E agora será eternamente noite.

Comentários:

Postar um comentário

 
Seja bem-vindo ao mundo gótico! © Copyright | Template By Mundo Blogger |