Resposta a um comentário: Um verdadeiro gótico, nunca diz ser um?



Oi, Marina! Eu estou sempre visitando o blog, encontra tantas coisas interessantes aqui! Eu gostaria que me ajudasse, tenho uma dúvida: Uma vez vi na internet essa frase: "Um verdadeiro gótico, nunca diz ser um." E eu queria saber o que você acha disso. E se isso é verdade, o que eu vou fazer quando alguém me pergunta: "Qual é seu estilo?" ou "Você é gótica?" o que eu teria que responder. E pior, o que eu faço quando alguém me chama de emo por total ignorância, sendo que de emo eu não tenho nada!rs *--* Ah, e mudando de assunto, queria saber o que você acha da cantora Kerli. Beijos


 Inúmeros comentários tenho lido e aprovado recentemente, tanto gostaria de a todos responder aqui, mas o seu resolvi postar, em especial, por ter chamado minha atenção porque também em algumas páginas na internet, pude ler esta frase ''Um verdadeiro gótico nunca diz ser um''. Tentarei tirar sua dúvida da maneira com a qual interpretei. Quanto a esta cantora, ainda desconheço, pesquisarei um pouco sobre ela, e postarei algo depois.
 O verdadeiro sentido de tal frase, não quer dizer, que um gótico nunca assuma sua identidade, pois se perguntarem isto a algum de nós, e este responder que 'não', estaria então mentindo ou tendo vergonha de mostrar quem realmente é. Não acha?
 Porém, isto significa na verdade, que um gótico não precisa sair por aí dizendo ''SOU GÓTICO'', ou querer chamar muita atenção para isto. Pois, por meio de sua conduta e vestimenta, as pessoas a sua volta, por si só, perceberam isto, sem que nada precise ser dito. Se te perguntarem se é gótica, com todo o prazer poderá responder; 'Sim, sou gótica!''.

9 Comentários:

Aléxis Campbell disse...

Ahhhh sempre tendo orgulho do seu estilo de vida, nunca devemos nos deixar abater por olhos tortos, caras feias e pensamentos ignorantes sobre nós. Nunca devemos nos abater por qualquer coisinha que digam sobre nós, cada um sempre tem seu jeito de viver e este é o nosso. Devemos sempre ter orgulho do que somos e dizer sim, que nós somos tal por que se negarmos não somos dignos de sermos tal.

Isabel OPM. disse...

Obrigada, Marina! Me ajudou bastante, vc tem razão. Quanto a Kerli, quando for pesquisar, te recomendo que assista os video clipes: Tea Party e Walking On Air.
Beijos

Aléxis Campbell disse...

Marina leia isso com muita calma: (http://marysingle.blogspot.com/2010/05/goticos.html#comment-form)

Encontrei na internet e achei um absurdo o que falam de todos nós, você precisa me explicar por que a sociedade brasileira é tão ignorante e burra.

Me desculpe, mas eu não consegui suportar e tive que comentar nesta postagem deste blog, pode até ver meu comentário lá, não fui mal educada nem nada, mas achei essêncial. Agora senhorita Marina me diga uma coisa, é de se ficar revoltado com pessoas de extrema ignorância deste porte ou não?

Você não vai nem chegar na metade daquele post e ja vai começar a sentir ânsia e vontade de parar de ler, é ridiculo o que falam de todos nós, mas leia com muita calma e depois quem sabe não podemos levar a debate?

Obrigada pela atenção senhorita Marina, você sabe muito bem que sou grande fã do seu blog!

† ┼ ҜΔŘØŁΞŇΞ ΔŇǤ€Ł ┼ † disse...

Olá

Vim aqui para lhe informar , que seu blog , foi indicado para receber o selo que se encontra nesse site :
http://www.tribodosgoticos.com/2011/03/trofeu-stylish-blogger-award.html

Anônimo disse...

Sinceridade, não acho muito interessante se auto-entitular, criar rótulos, citar costumes de uma cultura que atualmente está bem diversificada. O góticismo teve seus auges, no brasil, a cena Dark, mas tudo num passado meio que distante. Hoje em dia, com a variação da definição do termo "gótico" fica difícil... Ainda mais prq bandas como Nightwish, Sirenia, etc, NÃO são bandas góticas, bem como outras bandas que puxam o estilo Symphonic, gothic metal... É só um termo de definição pra o estilo Metal, algo que não é costumeiramente ouvido por góticos, e sim por headbangers... O gótico como Dark (termo que definia gótico no Brasil) era algo bem mais cultural do que demonstrativo (sair falando que ama morte, vive no sofrimento, curte caveiras, sair falando que é gótico e etc... Gótico não se mostra, gótico É gótico, isso por definição de outras pessoas, não por si próprio, prq pra ele mesmo, ele é só mais uma pessoa comum, apesar de ser autêntico...

Mauricio disse...

Olá, eu gostaria muito de entrar em contato com vc e divulgar seu Blog e o que mais for interessante em minha ra´dio. Tenho uma rádio Goth nesse endereço www.radiogoth.com.br e o msn radiogoth@hotmail.com
Parabéns pelo trabalho

Aléxis Campbell disse...

Olha sehor anonimo eu concordo com você, só não concordei por você ter dito que Sirenia não é banda gótica, pois é sim, e ter dito que nos rotulamos. O resto eu concordo, não precisamos dizer que somos, se perguntarem iremos responder que sim sem vergonha e com orgulho, mas basta olhar pra cara da pessoa que você irá saber o que ela é e se tiver mais inteligência ainda vai saber diferenciar sem perguntar. E mais uma coisa, bandas gótica ou não qualquer um pode ouvir e gostar independentes de seu estilo ou sua cultura.

singularis disse...

Faço das palavras do amigo anônimo as minhas, visto que estou há quase 20 anos acompanhando as reviravoltas desta bela cultura sem nunca ter a abandonado...não tenho nada contra as derivantes do metal, porem há de se convir que bandas com Clan Of Xymox e Lacrimosa (entr outras do período Darkwave) são as que representam definitivamente o estilo, tanto pela essência das letras como a sutileza musical...sem falar que até meados da década de 90, o estilo era bem mais underground. Quanto ao fato de se rotular como tal...vai de cada um. Hoje qualquer um acha no direito de se rotular como gótico, mas há 15 anos atrás, ou vc representava mesmo ou apanhava feio nas ruas.

aline miranda disse...

quero virar gotica eu um dia virei e fiz tudo mais minha familia nao aceitam oq eu fasso?

Postar um comentário

 
Seja bem-vindo ao mundo gótico! © Copyright | Template By Mundo Blogger |