Mensagem de Nathalia Martins

         
 Eai, Marina!
Meu nome é Nathalia, é estou no movimento Gótico há uns meses. Tudo começou quando eu  tinha 9 anos, no carnaval de 2008; quando vi 2 emos, 1 punk e 1 gótico(não era fantasia). Comecei a pesquisar sobre os assuntos e me interesei pelo gótico e pelo emo.Todos à minha volta falava: que tipo de música é essa, isso é música de maluco, o que há com você? É muito difícil aqui em casa de eu ser compreendida, pois meu pai e minha mãe acham: que góticos são satanistas, que vai para o cimitério pra abrir caixões, que faz pacto com sei lá quem e com o diabo.......Hoje tenho 11 anos; e como todo gótico e gótica é curto a literatura gótica, a música e as roupas. Agora o problema é, como se vestir como tal se meu pai quer  que eu vire patricinha e minha mãe quer q eu ande como uma garota normal?
  
Valeu pela atenção!!





 Olá Nathalia, primeiro, como sempre tenho de agradecer pelas mensagens pois realmente sinto-me muito contente em recebe-las e quem sabe, de alguma forma poder ajudar! Lembro que também a cerca de um ano, havia visto uma garota gótica - o que é difícil onde moro pois não há muitos por aqui -  simplesmente achei lindo o modo como se vestia, aquela maneira diferente de ser me chamou a atenção, e com um tempo fui me identificando com a cultura... mas se pensa que para mim foi fácil, está enganada!
 Pelo visto, você conhece a sub-cultura gótica a mais tempo que eu.As pessoas começam a pensar que estamos mudando, que não somos mais os mesmo, e realmente as pessoas sempre mudam, mas é com tais mudanças que a verdadeira personalidade vai se firmando, você está apenas conhecendo a si mesma e começou cedo! Por isto não se importe com o que digam, se é o que quer vá em frente!
 É normal as criticas por parte das pessoas a nossa volta mas sei que pior ainda é com os pais, quando são contra, se não é satanista, mostre a eles isto, conte sobre o que pensa! Se seu pai quer que seu estilo seja diferente, a questão é; esta é você, e se mudar por conta da influencia dos outros não estaria sendo verdadeira para consigo mesma! E afinal, o que é uma garota normal?
 Se seus pais são contra,. te aconselho a ir aos poucos, um dia irão entender e terão de aceitar! 
 Não desista daquilo que quer ;)

1 Comentário:

Aléxis Campbell disse...

Comigo foi assim, aos poucos fui mudando por que antes eu pertencia a uma subcultura que achava que fosse esta, achava que fosse o mesmo, depois eu me aprofundei a pesquisar e percebi que não, que eu estava me enganando e me identifiquei ainda mais com o Gótico. Meu pai achava loucura isso e aquilo, achava que eu era mal vista por que a sociedade aponta o gótico ou qualquer outra coisa diferente como praticante de magia negra, como drogado, bandido, essas coisas. Hoje ele me aceita, hoje todo mundo me aceita, as vezes nao aceita, mas e daí? Você tem que ser feliz com aquilo que escolheu pra você e não precisa de meras roupas, coisas que vão ficar pra trás um dia pra ser o que você é, pra ter sua opinião. Roupas e acessórias são só objetos que mostram o que você é, mostram a sua identidade.
Pode demorar tempo, mas eles vão te aceitar e se não aceitarem o que tem? Não da pra satisfazer todo mundo e nem nascemos pra isso, seja feliz ouviva uma realidade triste até a morte!

Postar um comentário

 
Seja bem-vindo ao mundo gótico! © Copyright | Template By Mundo Blogger |