Namida (poema)



Arranquei as minhas  Asas
Elas não me levarão até você, 
arranquei minhas asas e meu coração
sem seu amor meu coração não serve mais pra nada, 
e por que das asas se elas não me levarão até você!

sem você! eu já estou morta
Eu quero parar essa dor, mas não consigo.
Quero tocar seu  rosto angelical mais uma vez.
quero sentir mais uma vez o aroma do seu corpo.

Dói de mais deixá-lo partir
sei que logo, estaremos juntos pois não consigo mais viver sem você
Você foi meu primeiro e único amor.
E nem o tempo vai nos separar.
Quero fechar os olhos e acorda desse terrível sonho.

Quero está junto com você...
Pois eu não sou nada sem você.
Nunca fui nada sem você,
Você me ensinou que o amor não é só dizer eu Te amo.
Você me ensinou que o Amor... É a prova de que estamos vivos.
E sem seu amor, eu não viverei.

Quero morrer...
Pois você não está aqui.
Por que asas se não posso voar até você.
Pra que um coração...
Se não for pra amar você
Arranquei as minhas  Asas
Elas não me levarão até você.

Por: Maria Fallen.

2 Comentários:

Morphina Tear disse...

Oi, Gostei muito do que você escreve e fala. Eu escrevo poemas, mas sou iniciante, será que poderias dar uma olhada http://allsoftskeletons.blogspot.com/ ?

Anônimo disse...

Olá srta Marina!
Muito belo este poema!
_____

Está de parabéns pelo blog!

DELLONE

_________
www.silenceshadows.blogspot.com

Postar um comentário

 
Seja bem-vindo ao mundo gótico! © Copyright | Template By Mundo Blogger |