Mensagem de Dark Poet



Boa noite!

Sou um poeta gótico de 41 anos que ficou fascinado pelo seu blog!...Tem tantas coisas interessantes que fiquei várias horas a lê-lo e a ouvir a fantástica banda sonora...Ás tantas tive mesmo que interromper, pois estava de tal forma interessado que até me esqueci de comer e de dormir!...Conheço outros sites e blogs góticos portugueses e estrangeiros; mas este é mesmo uma sofisticada obra de mestre...Sou da geração pioneira do estilo musical pop-rock gótico, durante a década de 80; vivi a minha adolescência a ouvir The Cure, The Sisters of Mercy,The Mission, Bauhaus, Joy Division...Nas décadas seguintes descobri os Type O Negative, Paradise Lost, HIM,The 69 Eyes...
Sempre adorei os clássicos de cinema de terror da Universal, da Hammer e da Amicus...
Porém, não sou fã da saga "Twilight", nem das séries televisivas semelhantes sobre vampiros imberbes; por não terem o estilo clássico, nem o carisma dos filmes do passado...São produto duma moda consumista...Porém, há excepções e lembro-me das versões mais recentes do Van Helsing e do lobisomem...
No campo literário, admiro muito Edgar Poe, Bram Stoker, Mary Shelley etc...
Também sou fã da arquitectura gótica, assim como das fotos artísticas que circulam na Net sobre o imaginário gótico...Enfim, sou um apaixonado por todo este romântico universo que tem tudo a ver comigo e com a minha alma sofredora...Tive uma vida cheia de tragédias e continuo a enfrentar problemas que me levam a acreditar que esta existência é mesmo negra...Sinto uma profunda revolta por viver neste mundo de injustiças em que nascemos; foi devido a isso que também me tornei punk...Porém, não aceito fundamentalismos de nenhum tipo,nem folclores e modas...Sou um gothic-punk discreto e simples que
não alinha em excentricidades dandy, nem em exibicionismos carnavalescos ridículos...A propósito de dandy, acho que também devia haver no blog uma página dedicada a homens góticos com virilidade, porque nem todos os homens góticos se identificam com os modelos dandy que nada têm de viril!...Porque não fazem uma homenagem a Christopher Lee(Dracula) ou Peter Cushing(Van Helsing e Dr.Frankenstein) que eram ícones de virilidade?...Mais recentemente, o Hugh Jackman e o Benicio Del Toro, deram bons
exemplos disso no Van Helsing e no lobisomem...
Desde a década de 80 que o universo gótico tem sido demasiado influenciado pelo lobby gay e perdeu-se quase toda a virilidade do imaginário das décadas anteriores;nem pelo mundo gay se ter "virilizado" posteriormente na aparência (durante a década de 90), se alterou a imagem de muitos dos artistas góticos...Não sou homofóbico, pois condeno a homofobia; e caso contrário, nunca teria os gostos que
tenho; mas também detesto a heterofobia do lobby gay!...Muitos góticos e gays ou gays góticos são completamente facciosos como os adeptos dos clubes de futebol ou dos partidos!...São insuportávelmente
fundamentalistas e isso é nojento!...Quem não segue religiosamente certos rituais e padrões característicos do género é imediatamente discriminado!...Desconhecem ou rejeitam o pluralismo da democracia...
Sei que há uma forte polémica sobre as diferenças entre EMOS e góticos, mas acho que não é pelas aparências que se define exactamente se as pessoas são genuínas ou não...As aparências iludem muito e mesmo aqueles que parecem ser genuínos pelas aparências, muitas vezes não o são...Ou seja, andam apenas a fazer Carnaval; sem a devida convicção; sem conhecimento profundo daquilo que dizem acreditar e gostar...A superficialidade desses básicos palhaços que só se guiam pelas aparências é completamente grotesca!...Infelizmente, talvez seja até a maioria...Este problema passa-se não só a nível do universo gótico,
mas também no universo punk e mesmo nos próprios partidos políticos...Existe uma profunda superficialidade em muitos dos que se dizem genuínos; depois isso leva-os a tomar atitudes intolerantes e
facciosas... Há muito que deixou de haver imparcialidade,tolerância e independência no universo gótico...
Vivemos num mundo que atravessa uma profunda crise de valores e essa crise de identidade reflecte-se na maioria dos artistas da actualidade...A originalidade há muito que deixou de existir;a idade de ouro da cultura gótica há muito que passou...
Já não se produzem as obras-primas que se produziam num passado distante...Raramente há verdadeira inspiração...O que aparece de novo é altamente influenciado por interesses meramente comerciais das indústrias...Muito raros são os indivíduos com lucidez suficiente para saberem separar o trigo do joio!...A maioria vive alienada por essas modas fúteis e é incapaz de tolerar as diferenças...O direito à diferença raramente consegue ser uma realidade...Os rebanhos de carneiros alienados pelo consumismo desenfreado são demasiado cegos e obtusos para compreenderem a profunda decadência do mundo moderno...Consomem alegremente o seu lixo como se consumissem pérolas; desconhecendo totalmente os verdadeiros mestres;também há a categoria dos imbecis que conhecem os mestres, mas no fundo desprezam-nos por não aceitarem o classicismo e quererem inovar pela mediocridade...Esses modernaços que só vivem em função das modas do presente, não passam de consumidores intoxicados que apenas apreciam a futilidade de tudo aquilo que está destinado a caír no caixote do lixo da história das artes...
Enfim, há que não meter tudo no mesmo saco, porque há profundas diferenças entre góticos; a simplicidade que também pode ser um reflexo de complexidade, raramente é compreendida...Aquilo que parece
muito complexo é geralmente superficial e não passa das aparências...Enquanto pode encontrar-se uma profunda complexidade naquilo que é mais simples...Isto não significa que não haja excepções...
Por outro lado, não concordo que se diga que os góticos são todos pessoas frias...Isso é completamente falso e contraditório; pois o calor do amor invade os corpos quando há desejos e sentimentos profundos...A frigidez de muitos góticos é um estado de desequilíbrio psíquico resultante das suas depressões e isso só acontece aos que têm uma saúde mental muito debilitada...Um gótico mentalmente são não perde a sua vontade,nem deixa de conviver em todos os sentidos...Infelizmente, este universo está demasiado poluído pelo consumo de drogas, pela influência filosófica do niilismo passivo e do satanismo!...Essa é a verdadeira causa para a frieza de muitos góticos; pois graças a isso atingem um estado de demência!...
Apesar de apreciar muitas obras de arte ligadas a essa filosofia negativa, sei ser ecléctico e isso é o que falta na maioria dos góticos!...São demasiado influenciáveis; sofrem duma grande ausência de espírito crítico e envolvem-se em áreas demasiado perigosas que só os conduzem à autodestruição!...Não têm capacidade para rejeitar os defeitos e admirarem apenas as virtudes dum universo que é belo, mas não é perfeito!...Tal como eu disse atrás, são carneiros que assimilam tudo dentro da sua alma e que se deixam conduzir por alguns pastores do rebanho que são traficantes de drogas ou filósofos satânicos!...Acabam no matadouro...
A lucidez só pode existir quando filosóficamente falando, se tem um niilismo activo(daí eu ser punk);niilismo este que não se deixa vencer pelo conformismo, nem por qualquer tipo de alienação viciosa...Daí muitos dos góticos terem atitudes desprezívelmente fascistas; em vez de combaterem os males do sistema,alinham na obediência e deixam-se triturar pelas alienações dum maldoso pessimismo incutido pela máquina devoradora capitalista...
Logo há que tornar bem claro que ser gótico ou punk não significa ser carneiro dum mesmo rebanho...Ainda há homens góticos ou punkslúcidamente independentes e com virilidade suficiente para conseguirem ser sociávelmente sãos; sem se deixarem absorver e manipular por pastores matreiros e pelos padrões decadentes adorados pela conformista carneirada acéfala!...Quem fica de fora é sempre incompreendido...A incompreensão é o preço que se paga pela lucidez...Vale mais ser sensato e morrer a lutar como um leão, do que viver toda a vida conformado e morrer como um carneiro indefeso...




Olá!
Primeiro, agradeço por ter escrito ao Gothic World, e novamente desculpar-me pela demora em responde-lo. Como ainda não conheço teu nome, o chamarei pela forma com a qual assinou o e-mail, ''Dark Poet''. Fico contente que haja se interessado por este pequeno trabalho que tenho feito na internet, tentando divulgar uma visão correta de nossa cultura visto que muitos possuem conceitos distorcidos em torno de tal.
 Como escreveu uma longa mensagem abordando assuntos diversos, os comentarei por partes na sequência com a qual o escreveu.
 Infelizmente não tive o privilégio de ser contemporânea destas grandes bandas que melhor representam a cena gótica, mas hoje, com 16 anos sou uma grande apreciadora da geração anos 70 e 80 do rock, em especial a banda Joy Division e os brasileiros do Legião Urbana.
 Recentemente tive contato com o tema ''cinema de horror'', e pude assistir alguns destes clássicos da Universal e também, as técnicas esboçadas no expressionismo alemão. Ainda sobre o tema de filmes, parece que recentemente as pessoas têm adotado a temas vampirescos na TV como uma moda, que porém, tem entrado em contraste com aquela visão clássica que temos dos vampiros; seres sombrios que saem a noite em busca de sangue- Fascinante! Esta imagem que hoje transmitem a nossa geração, do Vampiro bonzinho, simplesmente faz-se perder a sua essência.
 Creio que existem diversos motivos que leva um indivíduo a adentrar no meio gótico, mas talvez, o traço principal seja esta mentalidade trágica da vida, e saber ao mesmo tempo, repudiar e apreciar isto. Como disse Nietzsch, é preciso ter o caos dentro de si para fazer nascer uma estrela. E muitos góticos são verdadeiros artistas, e poetas.
 Na segunda parte de  sua mensagem, deu-me dicas que pretendo levar em consideração para abranger certos temas por ti citados que ainda não eram de meu conhecimento. Sobre criar postagens em torno de ícones do cinema gótico. E compreendo esta certa aversão pelos 'modelos dandy' que muitos aderem, pois não se deve dar demasiada atenção somente ao lado exterior.
 Admiro aqueles que exteriorizam os que são por dentro, porém o que mais vale é o conhecimento exato daquilo que se quer seguir. Sendo claro que ao passar do tempo tanto a cultura gótico, quanto a punk por exemplo sofreu variações, e certos conceitos ficaram difusos e afastando-se dos seus primórdios perdem também seu significado. Assim os valores e também os limites entre uma cultura e outra, não são bem delineados. Mas muitos, incluindo alguns artistas de nosso meio, conseguem resgatar um pouco destes 'anos de ouro da cultura gótica' e trazer isto para os nossos dias.
 Acredito que o universo gótico é capaz de expandir nossos horizontes e não limita-los. Não se há um paradigma de personalidade ou crença que muitos querem impor, ou seja, para ser-se gótico é necessário ser-se satanista, anti-social, eximir-se dos sentimentos alegres e bons da vida. E apesar de quê, seja evidente que a cultura gótica estabeleça certos padrões de personalidade não quer dizer que estejamos limitados a uma unica filosofia de vida.
 Sei que minhas palavras não fazem jus a sua belíssima mensagem que muito me ensinou e espero também conseguir transmitir isto a outros. Por esta causa me é um prazer publicar suas palavras aqui para que os demais leiam e possam tirar proveito de todo este conhecimento que nos está passando. Obrigada!

Comentários:

Postar um comentário

 
Seja bem-vindo ao mundo gótico! © Copyright | Template By Mundo Blogger |